sábado, 20 de junho de 2009

Os nossos limites


Desde muito cedo em nossas vidas aprendemos que devemos estar cientes e acompanhar a todo momento às nossas limitações, na infância assim como na vida adulta.
De meninos, devemos ter critério ao relacionar-nos com os nossos colegas, parentes, e professores.
A falta dele, leva-nos ao sofrimento, surra de colega, xingo de adulto ou em casos extremos à sala do psicanalista.
E assim vamos aprendendo, mesmo que desejemos enveredar por outros caminhos, a sociedade como um todo impõe-nos às suas próprias limitações.

De adultos compreendemos que não podemos fazer tudo que vêm à nossa cabeça, como maltratar as pessoas, mandar o nosso patrão para aquele lugar.
Assim surgiram às regras do bom convívio social, baseadas em princípios morais, religiosos, étnicos e filosóficos.
Em cada país, cada povo tem princípios diferentes que regem o comportamento.

Quantas vezes queremos dar um passo maior que a perna e não conseguimos?
Tanto na vida afetiva como na vida particular.
Quando jovens, conhecer as mais lindas garotas do planeta, sonho utópico da maioria dos homens em certo período da vida, exige serias limitações ou nos esporemos ao fracasso e ao ridículo.
Até cair na real e continuar o longo aprendizado da vida, que requer muita experiência.

Comercialmente, querer crescer sem base, sem sustentação, com poucas informações, pouco conhecimento ou mesmo pouco capital, leva-nos ao fiasco rotundo.
Iremos nos endividar com financiamentos, ou gastar mais do que devemos ignorando as nossas limitações.
Em frente à gerência do banco, diante de nosso cartão de crédito, vendo uma loja de carros importados, temos que obedecer aos nossos limites financeiros.

Somos limitados em tudo, e seriamos mais perfeitos se tivéssemos a lealdade e o faro dos cães, a vista da águia, o ouvido da coruja, a força do leão, a graça da gazela e velocidade do güepardo.
Só que dentro dos nossos limites devemos conformar-nos e agir de acordo às nossas possibilidades.
Criamos artifícios que permitem-nos ultrapassar nossas limitações, como superar a velocidade do som, armazenar inteligência artificial em chips, que no futuro serão implantados em nosso cérebro e nos transformará em cyborgues pré fabricados em série, sem individualidade a não ser o das aparências físicas, pois intelectualmente todos seremos uma biblioteca ou enciclopédia viva.
Sobre que poderemos conversar entre nós? Coisas triviais?
Todos teremos o mesmo e máximo conhecimento padrão arquivado em nossas células eletrônicas

Hoje em dia eu digo que trocaria tudo que sei pela metade do que não sei.
E levaria lucro, sem dúvida alguma.
Será que poderia dizer isso no futuro próximo?

Qual será a conversa entre humanos daqui algum tempo?
-Meu amigo, vc já implantou no cérebro a memória Super Talent do módulo conjugado MCX de 400 Mega Giga acoplado de slots para futuros implantes?
É legal meu, o melhor chips, com conhecimento total desde o Big Bang até os dias de hoje, e tem previsões futurísticas!!!
-Legal mesmo, só que o meu MCX600-MG recebe informações do tempo, trânsito, noticiário programado, dólar, ações e diversos, ao vivo, on-line!
-Vocês estão boiando, isso parece os antigos Blackberry, aqueles Vista e Pentium1000 dos nossos antepassados.
O meu MCX800-MG-beta, tamanho dum cocôzinho de pulga, implantado na minha orelha já tem o módulo IPCASS - Identificador com Previsor sobre Compatibilidade Afetiva, desempenho Sexual e Saúde do parceiro.
Quer ver? Só aproximar meu anel/terminal/sensório no teu corpo e....... deixa ver.....é, tô vendo que vc não faz o meu tipo meu amigo, sofres de hiperglicemia, hipotensão, diabetes, tendência à obesidade mórbida.
O teu peso, altura e genética não é compatível com o meu bio-tipo.
E tens que ingerir algumas cápsulas de gemada com amendoim!!
O teu indicador de desempenho está baixíssimo!!!
E o pior, teu lado feminino é predominante e ativo, cuidado meirmão!!

Vai ser uma beleza!!!!! Só esperar para ver!!!!!
Médicos? Nunca mais!!!

O que mais poderemos fazer ou entender, qual o conceito de conhecimento se todo mundo saberá as mesmas coisas?

Não podemos esquecer que tem muita mais tecnologia hoje em dia num telefone celular do que tinha a nave Apollo II que foi à Lua.
Será que o homem ao querer ultrapassar os seus limites, não estará interferindo na Criação?
Temos um limite máximo de 300 mil km por hora, a velocidade da luz.
O homem não poderia nunca chegar perto dessa velocidade, teria que desintegrar-se para isto.
Só que seria infantil afirmar 100% que é impossível.
Impossível, é uma palavra vazia, oca, relativa.
Cientistas já criaram até vida em laboratório, uma célula do citoplasma.
E amanhã o que eles poderiam criar?
Prefiro fechar os meus olhos e deter o meu pensamento referente ao futuro, criaturas bizarras às quais nossa mente se negaria a aceitar no momento, poderiam se tornar freqüentes num futuro bem próximo.
E quais serão os nossos limites na ciência? Homens biônicos, clonados, andróides, e o que mais podemos esperar?

O homem nos esportes ultrapassa suas próprias marcas ano após ano como se não existissem limites para isto.
O ser humano sempre é o mesmo.
Acontece que novas tecnologias no preparo físico e alimentação o ajudam a forçar o seu rendimento criando assim super atletas.
Mas, qual é o limite de tudo isto?
Se é que existe algum.

Por enquanto me conformo com o meu limite bancário que nada nada, sempre ajuda um pouco. Inclusive a deixar essa raça de banqueiros pé-rapados um pouco mais ricos.

2 comentários:

SIMEI disse...

Grande Enrique: Grande percepsão a sua, como sempre à faz.

Nestes moldes, o homem sonharia ou seria programado? Acho até que o sentimento serria substituído por um softuer!!!

Abs.

ELO disse...

Nossa como vc. escreve bem... ja pensei em td. isso, mas acho que não saberia escrever tão bem como vc. fez!

(Parabéns!) Não tenho paciencia nem o hábito de ler blogs (principalmente dos outros), mas algo me chamou a atenção por aqui.

Agora eu não sei se eu fico triste ou feliz...

Abraços!!

Meu cartão

Quem sou eu

Minha foto
Alguns me acham diferente, tal vez porque não frequento igrejas, me comunico direto com Deus. Outros afirmam que tenho muita beleza, interna claro. Baixo colesterol, alta testosterona, pressão normal, coração a mil, sempre pronto para amar, dosse altas de carinho, uma alma receptiva e nobres sentimentos.Que beleza!!! E vocês ainda querem que eu seja bonito? Mas que covardia. Sou pelo menos "interessante" Como broche de ouro, a minha mania de fazer amigos, com pessoas simples, assim como você e outros tantos que alimetam os meus sonhos, o meu ego, compartilham os meus momentos, me fazem rir e até chorar. E nesta troca de sentimentos desfrutamos juntos as nossas emoções que é o alimento de nossa vida espiritual. Agradeço a sua visita, a sua companhia. Leiame e por favor......me ensine algo, enriqueza a minha vida, adoro muito aprender. Bem vindos aqueles que sabem conjugar em todos os tempos o verbo "AMAR"

Paradas legais

Seguidores